MINHA VIDA

MINHA VIDA
NOSSO MONTINHO PERFEITO

NOS ACOMPANHE!!!

Quantos passaram por aqui

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

O REENCONTRO

Agora que eles estão no berço, podemos brincar de colocá-los juntos, pelo menos os dois que ficam mais perto.
É muito gostoso ver a relação deles, como eles se juntam e gostam de ficar bem pertinho, do jeito que estavam na barriga, matando a saudade.
Ainda não colocamos os 4 juntos, mas mesmo assim dá para ficar comparando de 2 em 2.


AINDA DE SONDA, MAS ACHEI LINDA ESSA FOTO! SOPHIA E BEATRIZ


OS DOIS FOFOS, SEM SONDA. - LAURA E JOÃO PEDRO

DE CARA LIMPA!!!!

Finalmente conseguimos conhecer a carinha verdadeira dos nossos filhotes.
A semana passada, depois de engordar direitinho e continuar mamando bem no peito, todos tiraram a sonda de alimentação.
É outra coisa! Ficaram livres daquele bigodinho de esparadrapo, da verificação de resíduo e da alimentação pela sonda.
Agora todos estão lindinhos, comendo somente por via oral – meu peito e mamadeira!
Olha que graça que eles ficaram.


MEU MENINÃO, GORDÃO!!!


BEATRIZ, A CAÇULINHA.


LAURA, LINDINHA, TODA MEIGA.


SOPHIA, A NÚMERO 1, MAIS MOLECA E SAPECA.

A ORDENHA

A amamentação e o banco de leite são um capítulo a parte na minha vida. Na verdade, acho que desde que tive meus filhos, a minha vida passou a ser um capítulo a parte e o leite o principal.
Para todos que reclamam e pedem por mais informação e atualização no blog, esse é um dos motivos da minha ausência.
Depois que os pequenos foram para o berço, comecei a amamentá-los. Os 4!!!!!!!!! Olha, é nesse momento que eu acho que a frase – TEM QUE TER PEITO – se encaixa perfeitamente.
No começo eu estava amamentando os 4 em cada mamada, colocando 2 de cada vez, como disse no post anterior, agora resolvemos alternar as mamadas no peito e mamadeira.
Quem mama no peito agora, mama na mamadeira na próxima vice-versa.
Por esse e outros motivos, que tenho sumido um pouco no blog. Sempre estou na UTI amamentando, ou no banco de leite tirando o que restou do leite ou em casa tirando leite e correndo para descansar.
Mas vocês podem curtir um pouquinho os pequenos mamando!


LAURA E BEATRIZ EM MAMADA DUPLA INVERTIDA - SÓ ENTENDE QUEM JÁ PASSOU POR ISSO!!! EMOÇÃO ÚNICA DUPLICADA.


SOPHIA FAZENDO POSE ATÉ NA HORA DE MAMAR


JOÃO PEDRO, DE ROUPINHA, MAMANDO BEM SOSSEGADO, COMO SEMPRE

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

DIRETO DA FONTE

Por estarem se desenvolvendo bem, com 20 dias de vida a médica liberou todos os pequenos para mamar no peito.
Nem acreditei que já poderia viver mais uma das grandes emoções da maternidade. Estava ansiosa por esse momento.
Como o João Pedro já estava no colo, aliás, ele agora VIVE no colo, resolvemos iniciar com ele.
Todo mundo ficou impressionado com a sucção dele! Logo de cara ele pegou o bico e mamou direitinho. As médicas e as enfermeiras vieram todas conferir de perto. Meu menino arrasou!!!
A Fabi, que cuida dele no período da tarde, ficou toda orgulhosa que o “filho” dela, como elas brincam, tinha conseguido mamar bem.
Eu fiquei babando, achando aquilo tudo incrível, e pensando que ainda tinha que sobrar leite, pois as meninas estavam esperando pela vez delas!!!rsrsrsrs
Decidimos dividir por horário de mamada mesmo. A cada horário, 2 mamam no peito, 2 na sonda e no copinho. Depois troca.
Então passei do João Pedro para a Laura, que já estava lá do lado dele mesmo.
Ela demorou, não estava entendendo como fazer, colocava o bico para fora ao invés de sugar, mas no fim consegui!!!
Comemoramos mais uma vez!!!
Como ela demorou para pegar, não mamou tanto, pois já estava cansada. Mas é assim mesmo, de pouquinho em pouquinho eles aprendem e vão crescendo.
Na mamada da noite foi a vez da Sophia e da Beatriz. A Tia Edna (que junto da Fabi cuida das 2 na parte da tarde) estava toda toda dizendo que era para tentar com a Sophia que ela ia pegar direitinho. Não é que ela estava certa???
Pegou rápido e bem! Sugou bastante, direitinho, fazendo as pausas para descansar e tudo.
A única que não conseguiu foi minha caçulinha. A Beatriz não entendeu o que tinha que fazer com o bico.
Ela abriu a boca, pegou o bico, mas não sugou nada, ficou só com ele na boca como se fosse chupeta, olhando para mim.
Tadinha... vamos treinar mais com ela essa semana.

ALÍVIO!!!

Acho que toda mãe sofre quando precisa escolher uma babá para cuidar do seu filho. É difícil aceitar, logo no início, que uma outra pessoa cuide dele por ou com você. Tão pequenininho, tão indefeso... A gente fica com ciúme, mas ao mesmo tempo sabe que precisa de alguém.
Essa sensação aumenta muito mais quando se trata de 4 bebês! Não tenho outra alternativa a não ser contratar 2 babás para me auxiliarem.
Ok! Já tinha aceitado isso muito bem, aí surgiu um novo problema: não encontrava NINGUÉM!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Finalmente, a semana passada, encontrei 2 meninas muito boas e animadas para trabalharem comigo, cuidado dos meus pequenos. A Grécia e a Cátia.
Uma já começou e já foi comigo no hospital conhecê-los.
Tô bem mais tranqüila agora que sei que elas estão aqui e vão e ajudar. Agora já posso até escrever mais no blog, minha vida tá ficando mais tranquila e organizada!!!

UM NOVO PASSO

Como já havia dito a UTI é sempre uma espera, uma vitória, uma novidade. Primeiro esperamos tirar o Cepap, depois sair do banho de luz, depois o ganho de peso, sempre estamos esperando alguma coisa.
Sábado passado, uma das minhas maiores esperas começou a acontecer. O João Pedro, após passar de 1800kg, foi para o berço!!! É como se ele tivesse sido transferido da UTI para a semi, mas permaneceu no mesmo quarto para ficar junto com as irmãs.
Foi uma grande emoção, troquei ele pela primeira vez! Colocamos roupinha e o deixamos lindinho no berço, bem quentinho e aconchegante.
Como muda pegá-lo assim, de roupinha. Já nem parece mais um prematuro, já ta parecendo um bebezinho normal.
Tô cada dia mais apaixonada por eles!
Agora estamos esperando as meninas saírem, eles tirarem as sondas, engordarem mais, aprenderem a mamar e, enfim, receberem alta. Ufa!

MAMÃE APRENDENDO A TROCAR

QUE COISINHA MAIS GOSTOSA!

PAPAI COM JOÃO PEDRO E A BEATRIZ NO COLO

JOÃO PEDRO NO BERÇO, COM CARA DE MALANDRO!

E AGORA SUSSA, CURTINDO O NOVO ESPAÇO

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

SUCESSO!!!

Esqueci de dividir com vocês uma coisa importante do processo – gestação / parto.
Depois de ficar emburrada com tudo e todos, resolvi que sim, ia colocar um enfeite na porta da maternidade.
Não conseguia encontrar nada que me agradasse, até descobrir, na internet, a Rosaria Cunha.
Vi um trabalho dela em um blog e fiquei encantada com a perfeição e os detalhes dos quadros. Liguei IMEDIATAMENTE.
Depois que conversamos pelo telefone, gostei ainda mais. Que pessoa especial.
Apenas contando a minha história e explicando sobre os filhos, ela conseguiu entender perfeitamente o que eu queria e passar isso para os quadros.
Simplesmente ela fez o quadro MAIS LINDO!!! Fiquei emocionada quando recebi. Cada detalhe cuidadosamente escolhido, uma delicadeza.
Foi um sucesso na maternidade, em casa, com todos que viram.
Pensando nos pequenos, ela fez o 4 quadros que se soltam, agora vou colocar cada um em cima de seu berço. Vai ficar liiiiindo!


OLHA O RESULTADO!




PELE A PELE

O primeiro toque com os meus filhos foi mais um momento inesquecível.
Cada dia que passamos nessa UTI é um novo passo, é uma sensação diferente que vivemos, são vitórias que comemoramos, gramas que engordam, mls de leite que aumentam e o fantástico pele a pele.
O pele a pele é um projeto que estimula o contato dos pais com o filho nesse período de UTI. É muito importante para todos, pois começa a estreitar os laços, ajuda no desenvolvimento do bebê e estimula a produção de leite da mãe. O toque, o som da voz, o barulho do coração, tudo influencia.
Depois de ficar alguns dias apenas conversando com eles pela incubadora, sem dar nenhum beijo, sem sentir direito cada um, chegou o dia do primeiro pele a pele.
Fiquei receosa pelo tamanho deles. Ainda eram muito pequenininhos.
Fui com o Je, que também estava ansioso para participar do pele a pele, já que imaginou que só a mãe pudesse fazer.
Preferi fazer primeiro com o João Pedro, por ser mais gordinho e maior. Achei que me sentiria mais segura. O papai pegou a Sophia.
A Edna, que cuida dos nossos filhotes no período da tarde, colocou a Sophia no colo do papai e ela ficou bem quietinha, se aconchegando no peito dele. Fiquei do lado olhando, achando aquilo tudo maravilhoso! – NÓS FIZEMOS AQUELE BEBEZINHO!!!
Enfim chegou a minha vez! Ela colocou o João Pedro no um peito e eu nem me mexia direito, com medo de machucá-lo. Que perfeitinho, que pequenininho...
No mesmo momento o meu leite começou a escorrer. Incrível como apenas o contato do bebê na minha pele faz o leite descer tanto.
Fiquei feliz com isso, pelo menos sei que quando eles chegarem em casa eu terei ainda mais leite!
Ficamos ali conversando com os bebês, curtindo o primeiro momento íntimo com cada um, por mais ou menos 1h30.
A hora de tirá-los do colo e devolvê-los para as “casinhas”, ´muito chata! O João Pedro, manhosinho, chora bastante, um choro sentido mesmo, daqueles que partem o coração, sabe?
O pior é que com tanto filho, demooooora para chegar a vez deles de novo.

SÓ VIVENDO PARA ENTENDER!



quinta-feira, 15 de outubro de 2009

SOBRE MEUS FILHOS

Hoje meus pequenos completam 17 dias. Nesse período, muita coisa já aconteceu. Todos perderam peso por aproximadamente 6 dias, depois começaram a engordar.
Provando que é o HOMEM da casa, o João Pedro vem liderando a lista dos gordinhos, com 1735 kg., em seguida a Laura, que proporcionalmente foi a que mais perdeu, mas não quer ficar para trás, com 1480 kg. Ela estava com 1505 kg, mas ontem perdeu 25g. Quando cheguei da UTI e vi isso, já fiquei desesperada, mas a médica me disse que é normal.
Depois comecei a pensar em 25g. O que são 25g??? É muito pouco! Talvez ela tenha feito um xixi a mais ontem, por isso deu essa diferença.
Bom, depois dos líderes, vem as duas pequenas, que estão meio com preguiça de engordar. A Beatriz com 1400 kg e a Sophia com 1380 kg. Elas sempre ficam bem parecidas.
O que acontece é que as duas são agitadas, aí acabam gastando energia e engordam menos. Mas de pouquinho em pouquinho elas chegam lá.
O umbigo da Laura foi o único que caiu, os outros estão em vias de. João Pedro começou a tomar leitinho via oral, mas ainda não aprendeu o que fazer, então tiveram que suspender pois ele cansou muito.
Incrível, né? Não imaginamos que o simples gesto de engolir possa ser tão difícil e gastar tanta energia. Acho que vão voltar hoje, aos poucos, até ele se adaptar.
Por enquanto, todos continuam mamando pela sonda.
Sobre as personalidades, já podemos notar algumas coisas: o João Pedro a Laura são mais quietos e manhosos, quando choram é fraquinho, fazendo beicinho. O João Pedro tem cara de homenzinho e a Laura é toda dengosinha, faz pose com as mãos no rosto.
Já a Sophia é a espoleta! Dá trabalho até na hora de tomar o leitinho. Ela não chora, grita! Fia vermelha e os batimentos vão para 202, 205. Fica se mexendo bastante e já é um relógio com a hora da comida.
A Beatriz é de lua. Tem dias que acompanha a Sophia e causa! Em outros fica quietinha, dormindo bem bonitinha. É a mais delicadinha, mas é brava e não gosta muito de carinho, empurra a nossa mão, chuta, vira... Ela tem um detalhe particular que é o soluço! TODOS os dias tem soluço, tadinha.
Fisicamente ainda estou me confundindo um pouco, mas já consigo distinguir as personalidades!

sábado, 10 de outubro de 2009

COISA DE FAMÍLIA!

Depois do parto, da enxurrada de emoção, da ansiedade de receber notícias dos meus filhos e do alívio do peso da barriga, nada melhor do que voltar para o quarto e ser recebida pelos nossos pais!
Esse carinho é diferente, nos conforta, nos protege, parece que nada pode nos atingir.
Pai e mãe, muito obrigada por TUDO que fizeram por mim durante essa longa jornada de 31 semanas.
Obrigada também (e principalmente) por tudo o que fizeram durante toda minha vida. Pelos pais maravilhosos que sempre foram. Pelos ensinamentos e valores que me passaram, pela educação que me deram, por tudo que sou hoje!
Agora tenho a minha família, passei daquele estágio que sempre brincava – mudei de filha para mãe! Espero ser para eles tudo – ou pelo menos um pouco – o que vocês foram para mim.
Sei que vai ser difícil, mas sei também que, assim como na foto, poderei contar sempre com o apoio de vocês, que continuarão ao meu lado.
Somos especiais por merecermos um presente tão divino, tenho certeza disso! Com certeza seremos ainda mais felizes!
Amo vocês!

PARA POUCOS...

Essa é só para mostrar que mãe de quadrigêmeos precisa de espaço até mesmo no pescoço! Rsrsrsrs
Atualmente isso é algo raro de se ver nas correntinhas das mães, isso é um privilégio de poucas...
Presente da vovó Dulce, aquela bisa mais coruja que eu falei há alguns posts.
Meus meninos não saem mais daí, viraram um amuleto que eu adooooro mostrar para todo mundo, bem orgulhosa da minha prole!

COMO UM MÁGICO!

Alguns minutos antes de irmos para o parto, o Dr. Mário Martinez Filho, meu obstetra, chefe da obstetrícia do Hospital São Luis, veio me visitar no quarto para falar dos últimos detalhes da cirurgia (olha o tamanho do meu barrigão e a cara de feliz!!!).
Nem sei como agradecer por tanto carinho e dedicação.
Com calma e muita experiência, ele me proporcionou viver a maior emoção da minha vida, apresentando o mundo aos meus filhos.
Brincamos que era como um mágico tirando coelhos da cartola, em apenas 5 minutos ele tirou meus 4 filhotes.
Cada choro era uma nova emoção, um sentimento tão forte e maravilhoso, impossível de ser relatado.
Dr. Mário, muito obrigada por tudo! Nunca vou me esquecer desse momento!

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

MÃES DE UTI

Nesses meus poucos dias de mãe e de experiência de UTI Neonatal, cheguei à conclusão de que mães de UTI são escolhidas a dedo.
Não que seja um prêmio, longe disso, mas é algo diferente. Precisamos encontrar otimismo, força, disposição,alto astral... tudo isso logo após a cesárea, que por mais simples que seja, ainda é uma cirurgia que requer alguns cuidados.
O primeiro momento de UTI é um impacto. Você espera o dia todo até passar o efeito da anestesia para conhecer o seu filho. Levanta com dor, mas tem que suportar, é a única forma de vê-los. De repente, chega em uma sala com diversos aparelhos e todos aqueles apitos e barulhos que nos traumatizam.
Quando se aproxima mais, tem o seu primeiro contato com o bebê, separado por um acrílico que o protege do mundo aqui fora. É um misto de sentimentos.
Ao mesmo tempo em que ficamos felizes de conhecer o nosso filho, bate uma dor por dentro por não poder tocá-lo direito, pegar no colo, amamentar... Ficamos ligadas em todos os monitores e nos assustamos com qualquer apito.
Depois de alguns dias nos acostumamos com esse novo mundo e vivemos um dia após o outro. Contamos os gramas que eles engordam, os mls que conseguimos tirar de leite, os resultados dos exames e dividimos um pouco nossas histórias uma com as outras.
Alguns dias são mais fáceis, outros nem tanto, mas a satisfação de vê-los ali, evoluindo e com força para viver, nos ajuda a enfrentar tudo e todos para acompanhá-los nessa etapa e levá-los para casa o quanto antes.

O NASCIMENTO!!!

Tem um monte de gente me perguntando alguns detalhes que faltaram sobre o nascimento. Tá meio difícil de escrever, porque fico todo dia atrapalhada com os meus horários. Quero fazer tudo ao mesmo tempo, mas acabo correndo de casa para o hospital, da UTI para o Banco de Leite e por aí vai...
Isso não é nem o começo... hehehehe
Bom, mas vamos ao que interessa!
O parto foi sensacional, como disse no post abaixo. O primeiro bebê nasceu às 11h44 e o último às 11h49, foi muito rápido!
O que todo mundo mais quer saber são os pesos e as medidas:
Incrivelmente, além de ser raro uma gravidez de quadrigêmeos, difícil de entender e acreditar, os meus filhos se superaram e surpreenderam mais uma vez!!!
Todos nasceram grandes e com peso bom, por se tratar de prematuros quadrigemelares.

1º gemelar – Sophia - 1240kg – 39cm
2º gemelar – João Pedro – 1505kg – 40,5cm
3º gemelar – Laura – 1320kg – 40,5cm
4º gemelar –Beatriz – 1200kg – 38,5cm

Fiquei muito feliz e bem mais tranquila quando soube o resultado da pesagem deles. Nascer com mais de 1 quilo já é uma vitória!!!

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

A HORA H

Imagino que vocês devam estar curiosos para conhecer os meus filhotes e saber notícias deles.
Estava relutando em colocar fotinhos, pois como são prematuros, ainda são muito pequenos e magrinhos. Mas como eles estão evoluindo muito bem, mudei minha forma de pensar e decidi dividir essa emoção um pouco com vocês.
Depois de 31 semanas, muita ansiedade, uma transferência de hospital para melhor acomodá-los, enfim chegou o grande dia!
Abaixo, fotos do parto e as primeiras imagens deles no mundo. Não sei quem é quem nas fotos, ainda estou aprendendo...


ME PREPARANDO PARA A CESÁREA, TOMANDO ANESTESIA.


MAMÃE E PAPAI ANSIOSOS PARA O INÍCIO DA CIRURGIA


UM DOS MOMENTOS MAIS EMOCIONANTES DA MINHA VIDA!!! O PRIMEIRO CHORO, SAINDO DA BARRIGA!


JÁ NASCEU PARA BRILHAR!!! OLHA QUANTAS CÂMERAS! RSRSRS


CONTINUANDO MOMENTO MAIOR EMOÇÃO... CONHECENDO MEUS BEBÊS

MUITO OBRIGADA!

Queria agradecer cada um de vocês pessoalmente, mas já que isso não é possível, vou usar o blog.
Muito obrigada de coração pelo carinho e apoio que recebi durante todo o período da minha gravidez, obrigada pelas visitas, ligações, e-mails e orações.
Obrigada pelo alto astral da reta final, pelas visitas no hospital – mesmo que distante – e por todo e qualquer gesto de carinho que recebemos nesses 7 meses.
Com certeza isso foi um diferencial para que eu pudesse enfrentar essa gestação com mais força e disposição.
Gostaria de conhecer alguma palavra melhor do que essa, mas como foi a única que aprendi para ocasiões desse tipo: MUITO OBRIGADA!