MINHA VIDA

MINHA VIDA
NOSSO MONTINHO PERFEITO

NOS ACOMPANHE!!!

Quantos passaram por aqui

sexta-feira, 10 de junho de 2016

AS MÚLTIPLAS MÃES!


Ontem recebi, pelo whatsapp, um texto muito bom sobre os tipos de mães. Infelizmente, não veio com crédito, mas decidi postar, pois, exceto pela mãe que se ofereceu para acompanhar um passeio na escola (jamais! Rsrsrs), me encontrei em TODAS as outras mães.
Tenho certeza que vocês também irão se identificar!
Muito bom saber que somos normais, que existem outras como a gente por aí, com as múltiplas mãe em uma só.
Depois me diga se valeu e em quais mães você se identificou!

-       Eu já fui a mãe que chega com as unhas feitas, cabelo penteado e traje impecável, e já fui a mãe que chega atrasada com calça de ginástica, cabelo oleoso e blusa manchada (e a mancha pode ser de resto de comida ou qualquer outra coisa).
-       Eu já fui a mãe que amamenta feliz, e já fui a mãe que levantou resmugando, porque teria que dar de mamar.
-       Eu já fui a mãe que cozinha tudo em casa, apenas orgânicos, e já fui a mãe que pede fast food por pura e absoluta preguiça.
-       Eu já fui a mãe que se voluntaria para ir ao passeio com a turma da escola, e já fui a mãe que esquece de mandar o lanche do filho.
-       Eu já fui a mãe que leva ao parquinho e inventa brincadeiras, e já fui a mãe que liga a televisão para ter sossego.
-       Eu já fui a mãe que contou até 10 e manteve a calma, e já fui a mãe que tem ataques histéricos.
-       Eu já fui a mãe que guardou para o filho a última e melhor colherada da sobremesa, e já fui a mãe que comeu chocolate escondido, para não ter que dividir.
-       Eu já fui a mãe que conta os segundos para colocar as crianças para dormir, e já fui a mãe que fica pedindo mais beijinhos.
-       Eu já fui a mãe que trabalha, cuida da casa e dos filhos, e já fui a mãe que não tem forças nem pra sair do sofá.
-       Eu já fui a mãe que mantém a lucidez mesmo em situações enlouquecedoras, e já fui a mãe que grita com os filhos.
-       Eu já fui a mãe que cede ao pedido de mais “5 minutinhos”, e já fui a mãe que levou embora o filho arrastado e gritando.
-       Eu já fui a mãe que precisou de conselhos, e já fui a mãe que deu abraços apertados.
-       Eu já fui a mãe que faz cabanas na sala, e já fui a mãe que fingiu que estava dormindo, só para não ter que responder.
-       Eu já fui a mãe que salvou o filho do tombo, e já fui a mãe que perdeu o filho de vista, em pleno do parque temático


Eu já fui todas essas mães e mais algumas, acrescentaria, por exemplo: eu já fui a mãe que gargalhou de uma gracinha do filho, e já fui a mãe que chorou escondida, sozinha, no banho.
O que importa é que todas as mães passam por momentos e situações todo o tempo, e não tem como se manter igual, todas as vezes. Todas nós somos leoas e camaleões, e não devemos nos culpar por isso!
Precisamos lembrar, sempre, que estamos fazendo o nosso melhor, mesmo se naquela hora, aquilo não for a melhor coisa, foi o que pude fazer!
Vamos ser felizes, sem dramas e culpas, pois mães confiantes e felizes, criam filhos felizes!


Um lindo fim de semana, com muito amor e namoro para todos!