MEUS AMORES

MEUS AMORES
BRUXINHOS BRASILEIROS!

Receba em seu email

NOS ACOMPANHE!!!

QUANTOS PASSAM POR AQUI!

terça-feira, 2 de agosto de 2016

O lado bom da gestação quadrigemelar!

Sempre que converso com alguém sobre ter quadrigêmeos, me perguntam como foi a gravidez. Minha resposta sempre é a mesma: “a gravidez foi um saco, não tenho saudade nenhuma, só dos bebês se mexendo”.
Aí esses dias, com o passar dos anos e a mágica brilhante de uma memória seletiva, que nos faz esquecermos as coisas ruins e lembrar mais das boas, consegui fazer uma lista de coisas positivas da gravidez. E não é que encontrei várias coisas??

1.    A barriga cresce quase que instantaneamente, após o exame positivo! Você não precisa esperar por longos meses, pra se sentir realmente grávida.

2.    Não passamos vontade de ver nossos bebês, pois fazia ultrassom a cada 15 dias. As vezes chegava até a dar preguiça.

Um dos MUITOS US
3.    Você tem grandes chances, de se realizar como mãe de menina e de menino, já que temos 4 possibilidades.

4.    Provavelmente, você poderá comprar muuuuitas coisas fofas que se apaixonar, porque o enxoval tem que ser gigante, não precisará escolher entre esse ou aquele, pois sempre será necessário mais um.

Aproveitando até a loja da maternidade
5.    Quando o bebê mexer pela primeira vez, você não precisará se preocupar ou ficar ansiosa para sentir de novo, eles não param mais.

6.    Você será mais mimada que as outras grávidas.

Tarde de beleza em casa!
7.    Por ficar de repouso, receberá muitas visitas em casa, já que não pode ir até eles.

Visita do irmão querido, diretamente de Miami 
8.    Poucas pessoas darão palpite, pois certamente você não encontrará alguma expert em gravidez de quadrigêmeos, por aí.

9.    Você ficará deitada o tanto que tiver vontade, afinal, quanto mais repouso, melhor.

10. E por fim, na hora do parto, viverá a emoção do primeiro choro, 4 vezes!!! E sim, cada filho é um filho, cada primeiro choro é uma nova emoção!

Preparação para O momento!

O primeiro choro, o primeiro, de 4 momentos de emoção

 Viram só? Sempre podemos procurar o lado positivo de tudo, que iremos nos surpreender, quanta coisa boa tem.

Se me pedissem essa lista uns anos atrás, dificilmente conseguiria listar... Nada como o tempo, pra transformar as coisas!

terça-feira, 14 de junho de 2016

E agora??? O frio quebrou minha rotina!!!

Sempre falo aqui que a rotina é algo muito importante para qualquer criança. Além de ajudar no desenvolvimento, dar noção de tempo, espaço e atividades, é extremamente importante e saudável para os pais, que podem se programar com a hora que a criança vai para a cama, para fazerem suas atividades, como uma pausa para o jantar a dois, por exemplo!
Aqui, rotina é regra! Tem hora pra tudo. Desde o dia que nasceram seguiram, religiosamente, durante muitos anos, o cronograma de horários. Agora, um pouco maiores, podem dar umas escapadas no fim de semana, mas na maioria das vezes, os horários ainda são cumpridos.
            De segunda a sexta, eles fazem atividades na parte da manhã, o que faz com que acordem cedo, tomem café em um bom horário, que não vai interferir no almoço, se exercitem, voltem com tempo tranquilo para brincar um pouco, almoçar e ir para a escola.
            A noite, mesmo que não tenha mais nenhuma atividade esportiva, precisam seguir a rotina de fazer lição de casa, banho, pijama e jantar, para depois aproveitar um tempo de brincadeira antes de ir para a cama.
            Com isso, todos os dias eles deitavam às 21, e a paz reinava na casa, poucos minutos depois, pois o corpo já pedia cama, estava na hora certa de recarregar as energias para o dia seguinte. Mas o frio chegou e quebrou todo o nosso esquema!!!!
            Coração de mãe é mole, não consigo tirá-los do quentinho, pra colocá-los de Kimono logo cedo ou maiô e toca ou qualquer outra coisa, que não seja ficar no cobertor até a hora que quiser, depois deitar de novo para assistir tv, levantar só para almoçar e sair, sempre, atrasado para a escola.
Incrível como muita gente reclama que se cansa de rotina, mas como a vida fica muito mais fácil, quando a seguimos.
Ando tão perdida, inclusive irritada, sem os nossos horários costumeiros, que davam uma certa tranquilidade, dentro do possível, para a nossa louca realidade de uma casa com quadrigêmeos.
Você também curte uma rotina com os filhotes? O frio ta atrapalhando seu cronograma?
Preciso criar um cronograma plano B, para as estações mais frias.
Vou me organizar com isso, em breve posto qual foi a minha nova saída.


sexta-feira, 10 de junho de 2016

AS MÚLTIPLAS MÃES!


Ontem recebi, pelo whatsapp, um texto muito bom sobre os tipos de mães. Infelizmente, não veio com crédito, mas decidi postar, pois, exceto pela mãe que se ofereceu para acompanhar um passeio na escola (jamais! Rsrsrs), me encontrei em TODAS as outras mães.
Tenho certeza que vocês também irão se identificar!
Muito bom saber que somos normais, que existem outras como a gente por aí, com as múltiplas mãe em uma só.
Depois me diga se valeu e em quais mães você se identificou!

-       Eu já fui a mãe que chega com as unhas feitas, cabelo penteado e traje impecável, e já fui a mãe que chega atrasada com calça de ginástica, cabelo oleoso e blusa manchada (e a mancha pode ser de resto de comida ou qualquer outra coisa).
-       Eu já fui a mãe que amamenta feliz, e já fui a mãe que levantou resmugando, porque teria que dar de mamar.
-       Eu já fui a mãe que cozinha tudo em casa, apenas orgânicos, e já fui a mãe que pede fast food por pura e absoluta preguiça.
-       Eu já fui a mãe que se voluntaria para ir ao passeio com a turma da escola, e já fui a mãe que esquece de mandar o lanche do filho.
-       Eu já fui a mãe que leva ao parquinho e inventa brincadeiras, e já fui a mãe que liga a televisão para ter sossego.
-       Eu já fui a mãe que contou até 10 e manteve a calma, e já fui a mãe que tem ataques histéricos.
-       Eu já fui a mãe que guardou para o filho a última e melhor colherada da sobremesa, e já fui a mãe que comeu chocolate escondido, para não ter que dividir.
-       Eu já fui a mãe que conta os segundos para colocar as crianças para dormir, e já fui a mãe que fica pedindo mais beijinhos.
-       Eu já fui a mãe que trabalha, cuida da casa e dos filhos, e já fui a mãe que não tem forças nem pra sair do sofá.
-       Eu já fui a mãe que mantém a lucidez mesmo em situações enlouquecedoras, e já fui a mãe que grita com os filhos.
-       Eu já fui a mãe que cede ao pedido de mais “5 minutinhos”, e já fui a mãe que levou embora o filho arrastado e gritando.
-       Eu já fui a mãe que precisou de conselhos, e já fui a mãe que deu abraços apertados.
-       Eu já fui a mãe que faz cabanas na sala, e já fui a mãe que fingiu que estava dormindo, só para não ter que responder.
-       Eu já fui a mãe que salvou o filho do tombo, e já fui a mãe que perdeu o filho de vista, em pleno do parque temático


Eu já fui todas essas mães e mais algumas, acrescentaria, por exemplo: eu já fui a mãe que gargalhou de uma gracinha do filho, e já fui a mãe que chorou escondida, sozinha, no banho.
O que importa é que todas as mães passam por momentos e situações todo o tempo, e não tem como se manter igual, todas as vezes. Todas nós somos leoas e camaleões, e não devemos nos culpar por isso!
Precisamos lembrar, sempre, que estamos fazendo o nosso melhor, mesmo se naquela hora, aquilo não for a melhor coisa, foi o que pude fazer!
Vamos ser felizes, sem dramas e culpas, pois mães confiantes e felizes, criam filhos felizes!


Um lindo fim de semana, com muito amor e namoro para todos!

quinta-feira, 9 de junho de 2016

A NOVA CARA DO BLOG E A PÁGINA NO FACEBOOK

Foto que AMO, do meu montinho preferido!!!

 Quase 7 anos se passaram desde o nascimento do meu quarteto, muita coisa aconteceu nesse período, algumas foram registradas no blog, algumas na memória e algumas esquecidas, infelizmente.
Bom, com o passar desses anos e das mudanças, o blog também vai mudar, pois hoje, sinto uma necessidade maior de dividir experiências, dicas e um pouco de humor com outras mães e seguidores do blog, do que simplesmente relatar nossa rotina.
            Ser mãe de quadrigêmeos e entrar para o mundo virtual com o blog e os grupos voltados para a maternidade, me proporcionou conhecer outras quadrimães, que nos chamamos, carinhosamente, de quadriloucas, espalhadas por todo Brasil.
Hoje somamos um grupo de 22 mães no whatsapp, nos falamos diariamente, nos apoiamos, trocamos experiências, dicas e conselhos sobre tudo, não só sobre a maternidade e a vida com os múltiplos.  Algumas delas tem mais filhos, mais velhos ou mais novos, e também nos contam desses desafios de criar filhos com idades diferentes.
Por esses motivos, o blog agora mudou, também virou página no facebook e não é mais exclusivo do meu quarteto, mas sim de outras fofuras que vocês vão AMAR conhecer.
É um grande prazer tê-lo por aqui, acompanhe, comente, compartilhe e divida comigo também suas histórias, vamos adorar saber como funciona na sua casa.

Esse espaço não é mais só meu, agora é NOSSO!!!