MINHA VIDA

MINHA VIDA
NOSSO MONTINHO PERFEITO

NOS ACOMPANHE!!!

Quantos passaram por aqui

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

AS FERIAS DO QUARTETO!

A expectativa para a chegada desse dia estava grande, mais da minha parte do que da deles, confesso, pois estava meio assustada com todos esses dias em casa, sozinha, com a turminha.
Estou sem babá desde fevereiro (devo dizer que tem sido uma ótima experiencia), meu marido não estaria aqui, nem minha mãe.
Comecei a fazer vários planos de programas para entretê-los nesses dias, mas mesmo assim imaginei que seria muito difícil.
Tenho que contar que a expectativa criada foi ótima, pois como toda expectativa gera decepção, no meu caso não foi diferente, os dias foram deliciosos e muito, mas muito mais fáceis do que eu esperava.
Logo no primeiro final de semana, o Je sugeriu que fôssemos para a praia, para a casa dos pais dele, que seria gostoso para as crianças e pra gente.
Logo de cara não me animei muito com a ideia, pensei na distância, já que estamos no interior, no fato de estarmos nas férias de julho e chover muito na praia nessa época, na confusão que faria na casa dos avós, enfim, coisas que toda mãe fica pensando nessas horas.
Mas depois de pouco tempo, reavaliei tudo e corri para arrumar as malas. No dia seguinte bem cedinho caímos na estrada.
Realmente, a viagem foi longa, porque com a ansiedade deles e agitação, além de não pararem 1 minuto no carro, tivemos que fazer 5 paradas para comer, banheiro, banheiro de novo...
Chegamos ainda com dia, eles ja desceram do carro a mil por hora, fizeram a maior bagunça, brincaram muito e perguntavam o tempo inteiro da praia. Estavam super ansiosos para ir para a praia, brincar na areia, entrar no mar...
Por muita sorte, no dia seguinte o tempo estava bom e conseguimos levá-los até a praia, acalmando um pouco a ansiedade. A Sophia não se importou com o vento e o frio e foi correndo para o mar, gritando para os irmãos dizendo que era super divertido.
Fizeram castelo, buraco, pegaram muuuita água no mar, se sujaram inteiros e se divertiram demais.
Tive a certeza que havia feito a escolha certa.
A hora de dormir ainda estava um pouco agitada, pois toda mudança mexe mesmo com a rotina de criança, além deles estarem dormindo todos no mesmo quarto, o que não fazem desde o início desse ano. Tirando isso, uma agitação enorme da Sophia e algumas bagunças que não queria que fizessem por estarem na casa da avó, tudo estava saindo dentro do previsto.
Mais um lindo dia de sol! Conseguimos ficar até as 17hrs na praia! Muita farra, milho, agua de coco, peixinhos e sujeira com água e areia.
Chegaram quase capotados e muito felizes!
Foi bom termos aproveitado esses dias, pois os proximos 12 dias foram de frio e chuva, mas não menos animado para eles.
Como estávamos próximos de SP, os dindos da Laura conseguiram ir passar o fim de semana com a gente, a vovó e a tia Bi também. A felicidade deles estava completa!
Passeamos de trenzinho pela cidade, fizemos churrasco, assistimos filmes, brincaram de fantasias na pracinha, pintaram muito nas folhas, no chão, nas paredes...
Todos os outros dias, criamos programas alternativos que divertiram tanto eles, que nem questionaram mais o fato de não estarmos indo para a praia.
Teve cineminha em casa com pipoca, caminhada pelo centro, almoço no restaurante japonês pela primeira vez, visita ao aquário de Santos que eles adoraram, lanche no Mc e muitas outras.
Tive que correr para comprar mais casacos, meia calça, calça e até gorro, mas isso não diminuiu a alegria deles.
Fizemos passeio de barco, brincaram na brinquedoteca do clube, jantamos fora e foi surpreendente!
Não costumamos frequentar restaurantes com eles, pois sempre foi um transtorno para controlá-los, mas

dessa vez eles se comportaram muito bem. Comeram direitinho, conversaram com a gente bem lindos, pareciam gente grande. Meus pequenos terríveis estão crescendo mesmo!
Depois de tanta novidade, chegou o dia de voltarmos pra casa. Eles amaram a viagem e os dias que ficaram por lá, mas achei lindo eles dizerem que queriam ir pra casa e que estavam com saudades das coisas deles. Até criança sabe que viajar é bom, mas voltar é melhor ainda.
A volta foi bem mais tranquila, só paramos uma vez para almoçar e banheiro e seguimos direto até em casa.
Chegaram correndo, gritando, de felicidade, procurando os brinquedos, pedindo para pegar as coisas deles...
Cansados com tanta coisa, depois de deixá-los matar um pouco a saudade de tudo, foi hora de capotar na cama deles, no quarto deles e com as coisinhas deles. Antes de deitar, o João Pedro falou para as meninas naquele tom provocativo de criança: "Hoje eu vou dormir sozinho no meu quarto!".  Lindo!!!
E assim foi uma parte das primeiras férias deles com gostinho de férias.



A bagunça na ida!