MINHA VIDA

MINHA VIDA
NOSSO MONTINHO PERFEITO

NOS ACOMPANHE!!!

Quantos passaram por aqui

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

MÃE DE MÚLTIPLOS: DICAS PARA DIMINUIR AS BRIGAS ENTRE ELES

MELHORES AMIGOS, QUE SE AMAM E SE ODEIAM!
Desde que descobri que seria mãe de quadrigêmeos, muitas questões surgiram na minha cabeça, entre elas, como controlaria o relacionamento deles e as constantes brigas de irmãos.
Por não ser uma gestação comum e não encontrar muitas famílias com quadrigêmeos, não contei com tantos conselhos, nem mesmo de especialistas, foi no dia a dia e nas tentativas de acertar, que aprendi a fazer com que as confusões fossem cada vez menores e não interferissem no relacionamento deles.
Claro que, com todas as técnicas e dicas, as intrigas irão existir, mas é ,sim,  possível que elas sejam minimizadas e que o respeito e amor entre eles, fale mais alto que as disputas.
Ainda na fase bebê, as brigas começaram a surgir com as famosas mordidas, empurrões e puxões de cabelo, geralmente causado por brinquedo, o principal motivo de confusão entre irmãos. Foi nessa fase, que comecei a agir.
Para isso, adotei alguns métodos que deram certo e funcionam até hoje, aos 6 anos do quarteto:

1 – Os brinquedos são de todos e devem ser divididos. Isso evita desenvolver o egoísmo e o apego pelos brinquedos.
2 – É proibido tomar algo da mão do outro. Quem pegou primeiro tem prioridade, escolha outro brinquedo.
3 – Mordidas, puxões de cabelo ou qualquer agressão também são proibidas. Quando acontecia, mostrava o quanto o irmão estava sofrendo e fazia com que ajudasse a cuidar passando pomada e fazendo carinho. Em seguida, tinha que abraçar, pedir desculpa e entregar o brinquedo que causou a briga.
 4 – Proibir que converse e/ou brinque por um período em caso de confusão. Esse método foi bem eficiente, pois eles sentem muita necessidade uns dos outros.
5 – Mostrar que são privilegiados por serem quadrigêmeos, que sempre tem 3 amigos em casa para brincar e que os irmãos são as pessoas mais importantes da vida deles.
6 – Cultivar o amor entre eles ensinando a dar bom dia, boa noite, beijos e abraços e dizer eu te amo um para o outro diariamente.
7 – Sempre estar ao lado do irmão em qualquer circunstancia. Um está ali para apoiar, proteger e defender.
8 – Ajudar sempre! Seja com lição, com roupa, com brinquedo, com qualquer coisa que possam ajudar.
9 – Dividir tudo. Se tiver apenas um chocolate, dividir em 4 pedaços ou entender que é melhor não ter, senão será injusto com os outros 3.
10 – Fazer com que tenham empatia, sempre mostrando para eles que a gente não faz com o outro, o que não quer que faça com a gente.

Devo dizer que, com essas atitudes, tenho tido bastante sucesso, pois um não vive sem o outro, estão aprendendo cada vez mais a brincarem juntos, se amam e se respeitam acima de tudo e são incapazes de ganhar uma bala, sem pedir 3 para os irmãos.
É um aprendizado diário, tanto meu quanto deles, mas com amor e paciência, encontramos o caminho certo.